Ansiedade: a inimiga dos estudantes

Ansiedade: a inimiga dos estudantes

27 ago 18

Publicado por
FÊNIX

Ansiedade: a inimiga dos estudantes

Ingressar em uma instituição de ensino superior, sonho de todos os estudantes de cursos pré-vestibulares, exige dedicação, estudo e muito nervosismo como consequência. A ansiedade faz parte da rotina de quem se prepara para provas difíceis, mas é preciso controlar esse sentimento ao máximo para que isso não interfira no foco e na concentração do aluno. 

De acordo com o dicionário Aurélio, a ansiedade é definida como a “comoção aflitiva do espírito que receia que uma coisa suceda ou não”. No período de estudos que antecede as provas, as expectativas aumentam e vêm acompanhadas de sintomas como medo, preocupação excessiva e estresse. Para impedir que a emoção tome conta, é preciso pensar positivo e reavaliar os seus hábitos comportamentais. Confira importantes decisões que podem ser tomadas para melhor o estado de ansiedade.

 

1)    Praticar esportes.
A prática de esportes, atividades físicas ou relaxantes auxilia a conter a tensão pré-prova porque se exercitar ativa hormônios como a adrenalina, responsável pela euforia, e a endorfina, que causa bem-estar e previne dores, beneficiando a saúde do estudante. Por isso, é imprescindível manter o foco na saúde física, que está diretamente relacionada à mental.

 

 

via GIPHY

 

 

2)    Conversar com pessoas próximas.
O apoio e diálogo são fundamentais nessa fase. Por isso, conversar com pessoas próximas e dividir as angústias com amigos, familiares e colegas tranquiliza e faz com que ninguém se sinta sozinho.

 

 

via GIPHY

 

 

3)    Dormir bem.
Seguir uma rotina saudável de sono, alimentação e vida social também é essencial para aliviar o estresse. Como o excesso de informação provoca crises de ansiedade, a melhor opção para não ter o estado mental prejudicado é organizar o tempo disponível, conciliando estudo e lazer.

 

 

via GIPHY

 

 

4)    Acreditar e confiar em si mesmo.
É importante que o estudante tenha autoconfiança e acredite no seu desempenho durante o ano, pois uma mente confiante é menos suscetível a abalos emocionais. Além disso, por essa fase se tratar também de uma conquista pessoal, os méritos dos resultados obtidos na sua reta final serão unicamente seus, portanto, o foco deve estar nas boas habilidades do estudante e não no concorrente.

 

 

via GIPHY

 

 

Siga os quatro passos citados e melhore a sua qualidade de estudo e bem-estar.

Compartilhe
a publicação
nas suas redes

Deixe aqui
o seu
comentário