Como posso desenvolver o hábito de estudar?

Como posso desenvolver o hábito de estudar?

09 jul 19

Publicado por

Como posso desenvolver o hábito de estudar?

Conheça 4 práticas que irão ajudá-lo na sua rotina de estudos

 

O hábito pode ser definido como um comportamento que determina a pessoa que aprende e repete frequentemente sem pensar em como deve executá-lo. Estamos acostumados a realizar tarefas sem pensar pois são automatizadas pelo nosso cérebro. O cérebro procura maneiras de poupar esforços e tenta transformar a rotina em hábito. E esse tipo de transformação é possível de acontecer com os estudos, resultando em geração de conhecimento e entendimento, instigando novas descobertas e fazendo com que o exercício de estudar se torne menos penoso.

 

Se você precisa estudar todos os dias, a maneira mais fácil para isso é criando um hábito de estudos. Identificamos que com os hábitos, nosso cérebro se torna mais eficiente e deixa de lado a problemática do “como fazer”, resultando numa maior naturalidade da tarefa.

 

Percebendo essa ligação, agora é a hora de apontar para algumas práticas que irão ajudar na criação desse hábito.

 

1ª) Tenha um local de estudos:

 

O espaço físico que você irá destinar horas do seu dia é importantíssimo para que você entenda que aquele local é para isso, fazendo com que seu cérebro também já esteja preparado para estudar. Será nesse espaço que você irá entrar em ação, então escolha um espaço que lhe dê um bom suporte para esse tempo despendido. Tente destinar a esse local apenas a função de estudo, assim, será muito mais motivador e produtivo quando você estiver nele.

 

2ª) Evite distrações:


Se você costuma estudar em bibliotecas, já deve estar acostumado que é necessário ficar em silêncio ou falar baixinho. Mas, agora pense, qual foi o espaço que você destinou para os estudos conforme a nossa primeira prática? Se você escolheu um local dentro da sua casa, existem inúmeras distrações que podem nos tirar do foco. Tem o convívio com as pessoas que moram com você, tem televisão, videogame, celular, computador e a cozinha com geladeira (lembrete: a cada cinco minutos que você abrir a porta dela não irá mudar o que tem dentro, ok?).

 

Com seus familiares, lembre-os que esse é o momento que você está estudando e que precisa desse tempo sem dispersões. Há um combinado anterior de vocês sobre seus horários de estudos e eles precisam saber que esse é o momento que você está estudando e por isso não irá conviver, conversar e interagir com eles, tudo bem?

 

Você precisa estudar com o computador ligado? Então saia de todas as redes sociais para impedir que a cada notificação recebida, você interrompa seus estudos para verificar o que está acontecendo “lá fora” enquanto você estuda. Deixe de lado isso nesse momento. Com o celular, desligue os dados móveis e o wi-fi. Se possível deixe distante de você. Medidas radicais? Elas até podem ser, mas quantas vezes você estava no meio de um exercício e, não conseguindo resolvê-lo, pegou o celular para se distrair um pouco só, ou para desopilar, e voltou depois de 30min com essa “pequena” distração? Melhor não correr o risco, não é mesmo? O momento do seu dia para estudo, é para o estudo.

 

3ª) Complete suas metas de estudos:

 

Muito provavelmente quando você iniciou as aulas, adicionou um cronograma de estudos na sua rotina. Um cronograma lindão visualmente, com marcações em neon para destacar as atividades principais e que estão cheios de atividades para você cumprir. Legal! Agora algumas perguntas: você já conseguiu cumprir esse cronograma por duas semanas ininterruptas? Esse cronograma tem a ver com a rotina da sua vida? Você se sente frustrado toda vez que olha ele e percebe que mais uma vez falhou? Isso certamente não ajuda a criar um hábito de estudos.

De repente está na hora de deixar o cronograma organizado de lado e partir para fazer um novo que seja condizente com a sua realidade. A partir da sua possibilidade é que será feito um plano de estudos e daí sim você poderá partir para a ação. Quando você consegue cumprir as metas criadas para aquele determinado momento ou para aquele dia, você se sente motivado e muito mais animado para continuar a estudar no próximo dia. Então, lembre de dar check a cada tarefa concluída e vá para próxima!

 

4ª) Faça pausas para descanso:

 

Sim, isso mesmo. Descansar um pouco no meio do exercício do estudo é importante para seu corpo, seu cérebro e para o processo do aprendizado. Dentro do seu cronograma de estudos, a cada 40 minutos, faça uma pausa de 10 minutos. Desconecte-se momentaneamente, levante um pouco, caminhe e beba água. Não, não aproveite para verificar as notificações do celular, ele está com os dados móveis desativados, lembra? E assim deve permanecer até você completar as metas de estudos. É importante que os 10 minutos de descanso sejam para você efetivamente descansar, pois lhe darão suporte para você continuar esse fluxo dos outros próximos 40 minutos de estudos.

 

E mais uma coisa, você gosta de estudar escutando música? Um estudo realizado pela organização britânica Mindlab, focada em pesquisas referentes ao impacto da comunicação no nosso cérebro, concluiu que alguns tipos de música estimulam a memorização e a assimilação do conteúdo que estudamos. Outro estudo realizado pela Universidade de Caen, na França, garantiu que os alunos que estudaram matemática escutando música clássica tiveram uma retenção e um aumento de concentração em torno de 12% em comparação aos que não ouviram música durante os estudos. Pensando nisso, criamos uma playlist pensando nesse momento de estudo, aproveite http://bit.ly/escutologoestudo!

 

Bom, agora é com você colocar tudo isso em prática. A criação do hábito de estudos agora depende de você. Essas foram algumas práticas que, quando seguidas, darão dinamicidade e fluidez para você!

 

Compartilhe
a publicação
nas suas redes

Deixe aqui
o seu
comentário